Como cuidar da piscina no outono
30 de março de 2017
Por que é preciso colocar uma ducha na piscina?
19 de abril de 2017

Saiba quais cuidados tomar com seu pet

Piscinas são sinônimos de diversão e lazer, por isso não é novidade que, assim como seus donos, os pets queiram se refrescar e brincar na água. Nadar faz bem para a saúde dos humanos e dos animais e pode, inclusive, ser benéfico para o sistema respiratório e muscular dos pets. No entanto, é preciso tomar certos cuidados para evitar que seu bichinho tenha más experiências na piscina e acabe traumatizado.

Antes de molhar as patas, leve seu pet ao veterinário para checar se ele não tem micose, otite ou alguma alergia de pele. O acesso à piscina só pode ser feito após a liberação do veterinário. Além disso, verifique se a limpeza da piscina é feita constantemente e de maneira adequada para evitar que o animal contraia possíveis doenças e fungos.

Piscinas de alvenaria e fibra são as mais indicadas para mergulho dos pets, pois têm menor chance de haver danos à estrutura, como cortes e furos. Escadas de entrada e saída ou plataformas próprias para animais devem ser implantadas e é importante ensinar ao bichinho a forma correta de entrar e sair, para que ele saiba aonde irem casos de emergência. Coletes salva-vidas e outros equipamentos de segurança também estão disponíveis no mercado.

Atente-se para que seu pet não tenha acesso à piscina sem a supervisão adequada. Mesmo sabendo nadar, pode haver dificuldade ao sair da piscina, já que os animais ficam exaustos durante o nado. Além disso, é importante evitar a ingestão de água clorada em grande quantidade para que o animal não apresente problemas gastrointestinais, responsáveis por causar vômito e diarreia.

Os cuidados são necessários também após o mergulho. Na piscina é necessário verificar o pH da água e o nível do cloro, além de realizar uma limpeza para a retirada de pelos e outros resíduos da piscina. Já o animal deve ter os pelos bem lavados com água e sabão de glicerina, coco ou xampu para animais. E é necessário secá-los muito bem para evitar dermatites ou fungos.

Caso seu bichinho de estimação utilize a piscina com frequência, é fundamental estar atento à limpeza e manutenção adequada da piscina e submeter o animal a exames médicos periódicos para garantir a saúde dele e de toda a família.

Para prevenir que seu pet entre ou chegue próximo a piscina o recomendado é que você opte por instalar uma cercar removível para piscina.

Essas cercas de proteção para cachorro realmente impedem quem ele tenha acesso a piscina evitando qualquer tipo de acidente.

Além de práticas para utilização as cercas para pet são as únicas opções de proteção 100% seguras e a SAFE4U é a empresa que lhe oferecerá o melhor material tanto em resistências como em acabamento, pois trabalha com material importado dos EUA e também conta uma equipe totalmente capacitada para realizar a instalação de cada cliente com perfeição, garantindo segurança absoluta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat