O que são piscinas biológicas?
24 de maio de 2017
Regras do condomínio garantem piscina com segurança e higiene
7 de junho de 2017

Entenda o Custo de Manutenção de uma Piscina

Reunir família e amigos para finais de semana ensolarados em torno da piscina deixou de ser um sonho.

Reunir família e amigos para finais de semana ensolarados em torno da piscina deixou de ser um sonho. Com a variedade de modelos e materiais, ter esse espaço de diversão e relaxamento em casa passou a ser algo muito mais acessível. No entanto, toda essa alegria e praticidade vêm acompanhadas de algumas responsabilidades — por exemplo, o custo de manutenção de uma piscina.

A manutenção é fundamental para que você e sua família possam usufruir da piscina com segurança. Cada tarefa tem sua periodicidade: algumas são diárias, outras semanais, mensais e até mesmo anuais, mas todas exigem atenção e o uso correto de equipamentos e produtos.

Como calcular o custo de manutenção de uma piscina?

Esse cálculo depende de uma série de fatores: o tamanho da piscina; se ela é de alvenaria, fibra de vidro ou vinil; se há cascatas ou lâmpadas de LED; se possui algum tipo de sistema de aquecimento, entre outros.

A regra geral é que, quanto maior a piscina e o número de recursos e equipamentos, mais elevado será seu custo de manutenção.

Para quem está iniciando nesse delicioso universo das piscinas, a dica é ir, aos poucos, acrescentando acessórios e, assim, ajustando o orçamento.

O que envolve a manutenção de uma piscina?

Existem, basicamente, dois tipos de manutenção que você terá que fazer em sua piscina: a física e a química.

A manutenção física é aquela que inclui escovar paredes, aspirar a piscina e peneirar as folhas. Os equipamentos para esses trabalhos são comprados apenas uma vez, portanto não entrarão no custo mensal. O investimento inicial será de R$ 150,00 a R$ 250,00.

Muitos proprietários de piscinas preferem contratar os serviços de uma empresa para fazer essa limpeza. Além da praticidade, a terceirização desse tipo de trabalho garante uma melhor qualidade, já que é feito por pessoal capacitado. Dependendo do serviço contratado, a empresa pode fornecer, além dos profissionais, os equipamentos e produtos necessários. Os custos da mão de obra para a manutenção física, com uma visita por semana, ficam em torno de R$ 200,00 a R$ 300,00 por mês.

A bomba também contribui com a manutenção física e seu custo deve ser incluído no orçamento mensal. Considerando um motor de 0,5 CV (uma média residencial) ligado durante 6 horas por dia, o gasto será de R$ 30,00 a R$ 40,00 por mês.

Já a manutenção química engloba os produtos usados no tratamento da água. A cloração é o método mais utilizado até hoje.

Que produtos devo comprar?

Cloro, algicida de manutenção, clarificante, barrilha e eliminador de oleosidade estão entre os produtos básicos. As quantidades variam de acordo com o tamanho da piscina e com a época do ano, que determinará com que frequência será usada.

O quilo do cloro custa, em média, R$ 20,00. Normalmente, utilizam-se 4 gramas por 1.000 litros de água a cada 2 dias. Isso significa que, para uma piscina média, de 3 metros por 6 metros, o gasto será de, aproximadamente, R$ 40,00 por mês.

Acrescentando os demais produtos necessários já mencionados, o custo com a manutenção química para uma piscina com essas dimensões será de cerca de R$ 85,00 por mês, dependendo do fabricante desses produtos e da frequência de utilização da piscina.

Confira o gasto mensal com produtos para piscinas de outros tamanhos:

  • Piscina de 2,5 metros x 5 metros: R$ 45,00
  • Piscina de 4 metros x 8 metros: R$ 120,00
  • Piscina de 4,4 metros x 10 metros: R$ 165,00
  • Piscina de 4,4 metros x 12 metros: R$ 250,00

Existem outros tipos de tratamento da água?

Sim. Alguns tipos de tratamento, inclusive, dispensam o uso de produtos químicos, mas, por outro lado, exigem um custo elevado para sua instalação.

O ozônio, por exemplo, é um poderoso bactericida, fungicida, algicida e virucida. Não há custo de manutenção mensal, mas o preço de instalação para uma piscina média gira em torno de R$ 1.500,00. Vale lembrar que muitos fabricantes indicam a utilização do cloro como reforço, então o custo pode ser ainda maior.

O ionizador, por sua vez, é um aparelho que emite automaticamente a quantia certa de íons de cobre e prata que matarão bactérias, algas e vírus na piscina. A instalação custa cerca de R$ 1.800,00 e deve passar por uma manutenção a cada dois anos, que custará por volta de R$ 300,00. O cloro residual, em menor quantidade, também deve ser utilizado para eliminar outras impurezas da água.

Mais uma opção é a eletrólise salina, que produz cloro a partir do sal dissolvido na água. Muitas pessoas alérgicas ao cloro optam por esse sistema de tratamento. Neste caso, também não há gastos mensais, mas o preço da instalação é alto: cerca de R$ 3.100,00.

Como posso economizar na manutenção da piscina?

O primeiro passo é realizar a manutenção regular. A periodicidade correta facilita o trabalho e ainda evita problemas que poderão custar caro no futuro!

O acúmulo de algas e micro-organismos, além de ser prejudicial à saúde, vai demandar mais tempo e produtos para que a água volte a ter a qualidade adequada.

A adoção de outras medidas também pode contribuir com a redução nos custos de manutenção. Você pode, por exemplo, economizar no consumo de energia da piscina.

Antes de comprar uma bomba, verifique suas características. Algumas são mais econômicas, como as de velocidade variável, que chegam a economizar 90% de energia em comparação às bombas convencionais.

Outra dica é instalar um temporizador que ligará e desligará a bomba automaticamente. Você ainda pode aumentar o diâmetro dos tubos ligados à bomba e alinhá-los a 45 graus, em vez dos habituais 90. Isso fará com que o processo se torne mais fácil, gastando menos energia.

Verifique sempre se o filtro está funcionando bem. Um filtro que não está trabalhando com toda a sua capacidade faz com que se gaste mais com produtos químicos.

Se você optar por ter um aquecedor na piscina, compare os modelos disponíveis no mercado. Os solares necessitam apenas de um investimento inicial e manutenção esporádica, sem necessitar de gastos mensais — como há no caso de outros aquecedores, como a bomba de calor, que utiliza energia elétrica.

Agora que você já sabe como calcular o custo de manutenção de uma piscina, baixe gratuitamente nosso ebook e tenha acesso ao manual completo de tratamento de piscinas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *